Palavra derivada do árabe «Sahil» que significa costa, o Sahel é uma grande superfície árida que acompanha o sul do Saara. Esta vasta zona de transição entre as regiões do Saara e as regiões tropicais de elevada pluviosidade (húmidas) caracteriza-se pela forte irregularidade das suas precipitações, encontrando-se essencialmente coberto por savanas e estepes.
O Sahel inclui os países mais pobres do mundo. O Relatório Mundial sobre o Desenvolvimento Humano 2012 do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que indica o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de cada país, baseado nos seguintes indicadores: esperança de vida, acesso a serviços sociais básicos e o produto Interno bruto (PIB), indicou a classificação de vários países.
Dos 187 países incluídos na avaliação, todos os países do Sahel figuram na categoria dos chamados países com Baixo Índice de Desenvolvimento Humano, exceto Cabo Verde (132º). Estes países são: Senegal (154º), Mauritânia (155º), Gâmbia (165º), Guiné-Bissau (176º), Mali (182º), Burkina Faso (183º), Chade (184º) e Níger (187º).
A degradação contínua do ecossistema que acentua o fenómeno de desertificação provoca uma diminuição dos rendimentos agrícolas e a seca. Esta catástrofe força os sahelianos ao êxodo, e faz deles os primeiros refugiados climáticos do mundo.

Voltar ao mapa